Home SARAHUANA LOURENCO Janeiro Branco: saúde mental e bem-estar

Janeiro Branco: saúde mental e bem-estar

723


Você talvez já tenha ouvido falar da campanha: “Janeiro branco”, mas, do que se trata afinal? Bem, o objetivo geral dessa campanha que usa o mês em que tradicionalmente as pessoas estão mais focadas em resoluções e metas para o ano, é despertar para a importância de olhar para a saúde mental e seu impacto na vida dos indivíduos.

A saúde mental é um termo utilizado para descrever o nível de qualidade de vida cognitiva ou emocional, ou ainda a ausência de doença mental, incluindo a capacidade de um indivíduo em saber lidar com as dificuldades da vida procurando o equilíbrio.

Rotineiramente as pessoas costumam dar atenção a sua saúde física, buscando os mais diversos profissionais da área da saúde, porém quando se trata da saúde emocional, muitas vezes não há uma conscientização da sua importância e do quanto à saúde emocional afeta também na saúde física como um todo, e que não são conceitos isolados.

É importante que as pessoas compreendam que o serviço de psicologia não está ligado somente a casos graves, mas também a questões cotidianas que temos dificuldade em lidar, podendo ser dificuldades em expressar sentimentos, lidar com frustrações, problemas nos relacionamentos, dificuldade na tomada de decisão, insegurança, bem como transtornos de humor, depressão, entre outros. 

A proposta do janeiro branco, e até mesmo da psicoterapia, é mostrar para as pessoas que elas podem e devem, se comprometer com a construção de uma vida mais feliz e saudável para elas mesmas. É importante pensarmos que a vida é feita de ciclos, e, portanto, devemos concluir aqueles que não nos fazem bem, necessitando abrir mão de algumas coisas, para que então, possamos conquistar outras que almejamos.

O processo terapêutico promove o crescimento do indivíduo, o auto-conhecimento e a melhor adaptação as circunstâncias. Por mais desfavorável que possa parecer uma situação, precisamos aprender a lidar com resiliência frente a ela, e é nesse processo que a terapia auxilia. 

O janeiro branco veio para desmistificar os preconceitos existentes a cerca do tratamento para a saúde mental, para que o indivíduo possa “despertar” para a vida, afinal, quem cuida da mente cuida da vida. Precisamos valorizar a subjetividade humana, cuidar de nossas mentes, aprender a lidar com as emoções, sentimentos e comportamentos humanos, afinal, somos seres relacionais e em constante evolução, não é mesmo?

E lembre-se: a nossa saúde é conservada pelo conhecimento e observação do nosso próprio corpo.

 

Sarahuana Lourenço

Psicóloga – CRP 12/14609