sábado, 25 maio, 2024
Ultimas noticias

Março Azul: CEPON amplia em 18,5% os atendimentos de câncer colorretal

Devido à natureza assintomática do câncer colorretal em estágios iniciais, é fundamental realizar exames para o diagnóstico precoce. “Na maioria dos casos, o câncer colorretal é detectado por meio de colonoscopia, um tipo de exame endoscópico no qual um instrumento chamado colonoscópio é introduzido pelo ânus, sob sedação, após preparo do trato digestivo. A colonoscopia possui uma capacidade extremamente alta de diagnóstico, pois permite a visualização direta de possíveis lesões”, afirma o Dr. Victor Hugo.

O exame de rastreio deve ser realizado a partir dos 45 a 50 anos. “Esse exame pode ser feito mais cedo caso haja histórico familiar de câncer colorretal. Geralmente, se houver um parente com câncer colorretal, é recomendável fazer o exame pelo menos 10 anos antes da idade em que o parente foi diagnosticado, não ultrapassando os 45 a 50 anos. Por exemplo, se um irmão teve câncer de cólon aos 45 anos, é aconselhável fazer o exame aos 30 ou 35 anos. Se um parente teve câncer de cólon aos 70 anos, o exame deve ser feito entre os 45 e 50 anos”, orienta o Dr. Victor Hugo.

O CEPON iniciou em fevereiro de 2024 o serviço próprio de colonoscopia para seus pacientes, visando mais agilidade na realização dos procedimentos, redução do tempo de espera e celeridade no diagnóstico e tratamento. “Ter esse equipamento dentro da instituição facilita a logística para os pacientes, reduzindo o tempo de realização do exame e acelerando o processo de obtenção dos resultados das biópsias. A aquisição melhora o tratamento oferecido pelo CEPON”, afirma o médico.

 

colaboração: Comunicação Cepon

Gostou da notícia então compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Mais lidas da semana

Noticias em destaque

Noticias

Outros links uteis