domingo, 26 maio, 2024
Ultimas noticias

Unesc recebe professores e diretores para início do Projeto Anjos do Futsal em 2024

Foto: Divulgação

Encontro contou com a participação de representantes de 22 municípios parceiros 

Diretores de esporte e professores dos municípios que integram o Projeto Anjos do Futsal participaram, na tarde desta quarta-feira (28/02), de reunião para dar início aos trabalhos de 2024. No encontro, que ocorreu na Unesc, foram entregues as bolas e os coletes para treinos nos núcleos e todos conheceram o Plano de Atividades de 2024. Neste ano, a iniciativa terá 27 núcleos em 23 municípios somando 1,4 mil garotos de 10 a 14 anos de idade

As tradicionais competições do Anjos do Futsal continuam na programação como o Campeonato Interno de Futsal, realizado dentro de cada núcleo. O Festival de Futsal reúne todos os jovens atletas envolvidos em uma competição que tem duração de dois dias na Universidade, com jogos simultâneos. E ainda, o Campeonato Regional do Anjos do Futsal, em parceria com a Unesc, que tem duração de cinco meses e cada etapa conta com jogos realizados nos municípios da chave.

“Essas competições são o diferencial do Anjos do Futsal, o que motiva os garotos a participarem dos treinos realizados todos os anos por ser sucesso comprovado com base nos objetivos do projeto”, declara o Coordenador Técnico do Anjos do Futsal, Jean Reis.

Para a reitora da Unesc, Luciane Ceretta, a parceria é longa e tem muitas mãos envolvidas. “Temos um orgulho gigante de ter a nossa marca neste projeto. Nosso papel como Universidade é colaborar e participar de iniciativas que busquem transformar realidades”, comenta.

Participação

Cerca de 70 alunos do Colégio Unesc participam de um  núcleo do Projeto dos Anjos do Futsal. Para a diretora Marcela Gava, a iniciativa é importante, não apenas para o desenvolvimento físico e motor, mas também para o desenvolvimento social e cognitivo das crianças e adolescentes.

“Visto que favorece a compreensão de formas de relacionarem-se com os outros, trocando experiências, competindo e ajudando uns aos outros. Acompanhamos a evolução de nossas crianças também no aprendizado em sala de aula, entendo que os benefício da prática do esporte colabora dentro e fora dos campos”, avaliou.

Para o professor do projeto na cidade do Ermo, Marcel Simão Emerim, a iniciativa é importante na inclusão social das crianças por meio do esporte. “Estamos trazendo essa garotada para o bem, no convívio com outras pessoas. Temos em torno de 40 alunos, com treinos diários e considero um trabalho bem completo. Se não forem grandes atletas, estaremos felizes por serem grandes cidadãos no futuro”, avaliou.

Durante todo o ano, os professores serão orientados sobre como atuar nos núcleos para que se tenha um padrão nos treinamentos, e assim tornar as competições disputadas. Além disso, também será realizado o Seminário de Futsal para oferecer oportunidade de aprendizado sobre essa modalidade esportiva para os professores que realizam o trabalho com esses meninos e adolescentes.

Colaboração: Agecom

Gostou da notícia então compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Mais lidas da semana

Noticias em destaque

Noticias

Outros links uteis