CEU é motivo de orgulho para moradores de Vila Nova

Passado um ano de sua inauguração, o Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU), no bairro Vila Nova, é motivo de orgulho para comunidade. O uso do espaço tornou-se contínuo, seja para uma simples caminhada, para brincadeiras de crianças ou então atividades desenvolvidas por órgãos públicos.

“Sempre tive a prática de caminhar. Já há vários anos faço isso, só que sempre foi no meio da rua, porque não havia um local propício para isso. Depois que fizeram esta praça e que ao redor dela ficou um espaço que dá para fazer a caminhada e com muita segurança, já que não corro risco de sofrer um acidente ocasionado por carro, sempre caminho aqui”, comenta a aposentada Lurdes Costa.

Ela conta que mora perto da praça, cerca de dez minutos fazendo o trajeto a pé. “A caminhada é recomendação médica, então faço isso todos os dias, durante uma hora. Faço dez minutos para chegar, 40 minutos na praça e depois mais dez minutos na volta. E o bom da praça é que sempre estamos encontrando alguém que é conhecido, porque vejo que a comunidade aderiu a esta ideia”, destaca.

Quem também utiliza a praça com frequência é a dona de casa Valdete Teixeira e seus familiares. “Eu caminho pela praça, mas a disponibilidade que ela tem é algo extraordinário. Meu marido, por exemplo, muitas vezes vem aqui para ficar conversando, até jogando, já que há mesas disponíveis para jogar baralho, dominó.  E o meu filho, que tem nove anos, tem a possibilidade de brincar de futebol na quadra ou de skate na pista que montaram”, salienta a dona de casa.

A Praça do CEU foi construída ao lado do estádio Pedro Guglielmi (Beira-Rio), no mesmo espaço onde até o início da construção funcionou a sede da Associação Atlética Vila Nova, além de um campo de futebol suíço. Na época, houve a cessão do espaço por parte da associação, que tinha o direito do uso.

 

Especial Jornal Gazeta

Gostou da notícia então compartilhe:

Mais lidas da semana

Noticias em destaque

Noticias

Outros links uteis