Unesc dá início a implantação do Centro de Inovação para o Agronegócio Ricardo Faria

A Unesc, reconhecida como a maior Universidade Comunitária do Sul de Santa Catarina e uma das mais empreendedoras do estado, reforça o compromisso com o desenvolvimento do agronegócio. Em um evento marcante realizado nesta segunda-feira (13/11), a Instituição recebeu a visita do empresário Ricardo Faria, fundador da Granja Faria, a maior produtora de ovos férteis e comerciais do Brasil.

O encontro teve como objetivo não apenas fortalecer os laços institucionais, mas também fomentar um diálogo enriquecedor com a comunidade sobre empreendedorismo, agronegócios e gestão, explorando a inspiradora trajetória de sucesso do empresário.

O ápice da visita foi a palestra proferida no Auditório Ruy Hulse, na Universidade, onde compartilhou sua experiência e insights sobre os desafios e oportunidades do setor agropecuário para uma audiência diversificada, composta por autoridades, empresários, professores e estudantes.

 

A atividade fez parte do 1º Desenvolve Agro da Unesc.

Antes da palestra, a reitora Luciane Bisognin Ceretta anunciou entusiasticamente o início da construção do Centro de Inovação para o Agronegócio, que levará o nome do empresário. A iniciativa visa estabelecer um ambiente propício para conectar grandes empresas, startups, produtores, investidores e a academia no ecossistema de inovação e empreendedorismo do agronegócio.

A reitora destacou a importância do espaço, afirmando que o Centro de Inovação para o Agronegócio Ricardo Faria focará em áreas cruciais, como a biotecnologia, a tecnologia da informação e a educação para o agronegócio. Ela ressaltou que as atividades estarão voltadas para o desenvolvimento de soluções tecnológicas que contribuam para um agronegócio mais inclusivo, competitivo e sustentável na região sul de Santa Catarina.

“Devemos reconhecer e apoiar as iniciativas locais que contribuem positivamente para o desenvolvimento da nossa região, fortalecendo não apenas o local, mas também o estado e o país como um todo. Ter o seu nome associado a esse espaço essencial e contar com a sua aceitação é uma contribuição significativa para o progresso e crescimento da nossa região”, comentou a reitora Luciane Bisognin Ceretta.

O principal objetivo do Centro, segundo ela, é promover conexões entre grandes empresas, startups, produtores, investidores, academia, entre outros atores do ecossistema de inovação e empreendedorismo do Agro.

O convidado parabenizou a Unesc pela criação de um ambiente empreendedor, na qual, conforme ele, a Universidade procura manter-se alinhada com a realidade do mercado brasileiro.

Ele ressaltou que não se pode ignorar o papel fundamental do agronegócio, que representa 27% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. “Ao buscar soluções tecnológicas para esse setor vital da economia, a Unesc desempenha um papel de vanguarda na academia brasileira. É uma honra receber esse convite, e estou ansioso para contribuir de maneira significativa. Mais do que uma parceria, considerando meu papel no agronegócio, pretendo orientar este corpo docente altamente qualificado, compartilhando as tendências e as últimas novidades, para que possam direcionar soluções de forma eficaz”, comentou Faria.

O espaço, contará inicialmente com uma área de aproximadamente 1,4 mil metros quadrados e comportará espaço para coworking, laboratórios de ensino e pesquisa, salas de startups, reuniões e eventos.

Segundo a reitora, o Observatório de Desenvolvimento Socioeconômico e de Inovação será o agente que vai disponibilizar informações que orientem a sociedade, empresários, tomadores de decisão, gestão pública, instituições de ensino, órgãos e organizações de classe, relacionadas aos principais dados existentes nas regiões da Amrec, Amesc e Amurel relacionados ao agronegócio e afins.

“O intuito é também promover o desenvolvimento econômico, social, ambiental e do ecossistema de inovação. Nosso hub de Inovação, o Unesc Connect, apoiará no desenvolvimento de técnicas de gestão, comercialização e incorporação de novas tecnologias para ampliar a eficiência sustentável das cadeias produtivas do agronegócio, por meio do networking, troca de experiências e inovação aberta”, disse a reitora.

 

Momento ímpar

Segundo Luciane, ao longo dos seus 55 anos, a Universidade cresceu e se consolidou, mantendo um diálogo constante com as teorias e concepções da educação. “Estamos empenhados em conectar a academia ao mundo dos negócios, em todas as áreas. Contamos com expoentes e empreendedores que possuem grande expertise para compartilhar conosco e apoiar esse desejo latente da nossa Instituição de posicionar todos os nossos graduados efetivamente no cenário profissional”, comentou.

“O momento de hoje é ímpar, e estamos muito felizes com essas oportunidades de diálogo. Agradecemos a todos no meio empresarial que nos deram a honra de atender ao nosso convite. Nossa Universidade necessita muito estar ao lado de vocês, o que confere um significado especial a essa parceria”, complementou a reitora.

Colaboração: Comunicação Unesc

Gostou da notícia então compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Mais lidas da semana

Noticias em destaque

Noticias

Outros links uteis