Home Segurança Bombeiro da Melhor Idade trabalha prevenção de acidentes

Bombeiro da Melhor Idade trabalha prevenção de acidentes

37
COMPARTILHAR
Foto: Jornal Gazeta

Dando continuidade a um processo de aproximar cada vez mais a comunidade do Corpo de Bombeiros, além de ampliar os conhecimentos da população no que se refere ao trabalho dos militares, a corporação de Içara busca abrir novos cursos. E o mais recente é o Bombeiro da Melhor Idade, que tem como objetivo repassar essas informações para as pessoas com mais de 60 anos. Nesse caso, a informação serve também como prevenção.

“Víamos que muitas vezes os Bombeiros pediam uma atenção muito grande para que, por exemplo, as edificações tivessem extintores. Mas na hora que acontecia o sinistro, a população não sabia utilizar o equipamento e com isso o sistema implantado não tinha resultado. Com isso, então a corporação começou a investir nesses projetos, como Bombeiro Comunitário, Bombeiro Mirim e o Bombeiro da Melhor Idade”, aponta o comandante do Corpo de Bombeiros de Içara, tenente Renan Fernandes.

Ele ressalta que o Bombeiro da Melhor Idade ganha importância pelo fato de envolver uma faixa de risco maior. “A própria residência pode se tornar um risco adicional. Então o objetivo é trabalhar na prevenção, para que não aconteçam acidentes, incêndio, bem como orientar sobre como utilizar melhor os objetos, como o fogão, o botijão de gás”, cita.

Além disso, Fernandes apresenta a necessidade de dar condições para que essas pessoas possam se manter ativas, o que faz com que melhorem a qualidade de vida. “Isso faz com que eles se sintam motivados”, enfatiza. “E para nós, enquanto corporação, eles tendo esse aprendizado, serão pessoas que semearão as questões de prevenção, gerando uma redução no número de ocorrências”, complementa o oficial.

A primeira turma do projeto em Içara conta com 22 participantes. “Este grupo que temos agora é bem empolgado. São pessoas que se mostram interessadas, com bastante vontade de aprender. Outro ponto bacana é que, como são pessoas com bastante experiência de vida, eles participam contando situações que aconteceram ao longo de sua vida e isso enriquece os aprendizados”, finaliza Fernandes.

 

Especial Jornal Gazeta

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here