Home Saúde HSD aguarda repasse de R$ 1,2 milhão para evitar paralisação

HSD aguarda repasse de R$ 1,2 milhão para evitar paralisação

48
COMPARTILHAR

Para evitar que os serviços de obstetrícia, ginecologia e berçário sejam paralisados a partir de agosto, conforme movimento iniciado pelos médicos do setor nesta semana, a direção do Hospital São Donato, de Içara, aguarda repasses do Governo do Estado. Conforme o gerente administrativo da unidade hospitalar, Júlio De Luca, a instituição tem a receber R$ 1,278 milhão em atrasados, sendo R$ 900 mil apenas referentes à maternidade.

Na tentativa de buscar esses valores em aberto, houve uma audiência na semana passada com o secretário de Saúde, Vicente Caropreso, em Florianópolis. “Estivemos com o secretário e todos os vereadores de Içara e não tinha sido uma reunião muito boa, no sentido da discussão a respeito do custeio da maternidade. Mas no dia seguinte, chegamos no hospital e a secretaria tinha solicitado as notas referentes ao custeio”, conta De Luca.

“Entretanto, o que importa é o pagamento desses valores e até o presente momento não houve nenhuma manifestação da secretaria em relação a isso”, acrescenta. Ele explica que esteve em contato com o secretário de Articulação Nacional, Acélio Casagrande, e com o deputado Dóia Guglielmi, em busca de apoio para resolver o impasse. “Recebi de ambos a informação de que o dinheiro começa a entrar de imediato. Se isso se confirmar, começaremos o pagamento dos médicos e tenho a convicção que eles não vão paralisar as atividades”, afirma.

Conforme De Luca, na próxima segunda-feira, dia 17, será realizada a reunião mensal da diretoria e do Conselho Fiscal do São Donato, quando a situação será discutida. “Hoje, 100% da nossa dificuldade de recebimento é do Governo de Santa Catarina. Temos convênios com o Governo Federal e eles estão rigorosamente em dia, assim como o incentivo que vem do município”, finaliza.

 

Especial Jornal Gazeta

Deixe seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here