Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio recebe milhares de devotos

Mesmo com o frio, os fiéis peregrinaram até o Santuário dedicado a Nossa Senhora de Caravaggio, em Nova Veneza. Para celebrar a data de sua aparição a jovem camponesa de nome Joaneta, em 1432, o Santuário Diocesano viveu neste domingo, dia 26, o ápice da sua 73ª romaria e festa em honra a padroeira.

A programação iniciou logo cedo com a acolhida dos peregrinos e a celebração da Santa Missa. Ainda pela manhã, uma transladação motorizada com a imagem de Nossa Senhora partiu do Hospital São José, em Criciúma. Acolhida com uma chuva de rosas, a imagem da padroeira foi conduzida até o Santuário para a Santa Missa presidida pelo Bispo Dom Jacinto Inacio Flach, e concelebrada pelo reitor, padre Joel Sávio e dezenas de outros padres.

 

Em sua homilia, Dom Jacinto destacou as diversas expressões de fé do povo e que o momento é uma festa do céu na terra. “As peregrinações e tantas outras demonstrações são sinais vivos do amor de Deus, herdeiros da vida eterna e de uma festa no céu que não tem fim”, disse o bispo diocesano. Neste domingo, a Igreja também celebra a Solenidade da Santíssima Trindade, algo que todos os batizados recebem pela fé. “Somos filhos e filhas de Deus que, mesmo vivendo as coisas passageiras deste mundo, devemos ter a alegria de habitar o coração de Cristo e saber que somos amados por Ele”, disse.

Indulgência Plenária

Ao final da Santa Missa, padre Joel Sávio destacou o Vínculo Espiritual de Afinidade do Santuário de Caravaggio com a Basílica Papal Liberiana (Santa Maria Maior), em Roma. Nesse sentido, desde 2007, a data da aparição de Nossa Senhora de Caravaggio é uma oportunidade em que os fiéis podem receber a indulgência plenária, ou seja, uma graça santificante de todos os pecados.

Todos os anos, a indulgência plenária é concedida aos fiéis no Santuário em quatro oportunidades sendo o dia 26 de maio (dia da aparição de Nossa Senhora de Caravaggio), o último domingo de maio (dia da Romaria e Festa de Nossa Senhora de Caravaggio no Santuário), o dia 15 de agosto (Solenidade da Assunção de Nossa Senhora e aniversário de instalação da Diocese de Criciúma) e o dia 1º de outubro (aniversário de inauguração do Santuário).

Tradição e devoção

Se na Itália a aparição de Nossa Senhora, além de anunciar a paz, fez jorrar água de uma fonte que até então não existia naquele local. Aqui, no Sul de Santa Catarina, a Mãe de Deus também realizou seu milagre no ano de 1951. Era o ano da grande seca e famílias de imigrantes italianos, desesperadas com o fogo que já tomava conta das encostas da serra, realizou sua primeira romaria, capitaneadas pelo frei Aníbal que na época era o padre responsável na cidade de Nova Veneza.

Colaboração: Comunicação Diocese de Criciúma

Gostou da notícia então compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Mais lidas da semana

Noticias em destaque

Noticias

Outros links uteis