Home Política Chimba é o novo presidente do PP de Içara

Chimba é o novo presidente do PP de Içara

160

O PP de Içara elegeu na noite de quinta-feira, dia 18, seu novo presidente. Alcino Fernandes, o Chimba, foi confirmado na presidência pelos próximos dois anos. Ele entra no lugar do advogado Tuca Lodetti, que permanecerá na diretoria como assessor jurídico. “O meu nome sempre esteve a disposição do partido e já fui vice do Jairo”, destaca Chimba. Segundo ele, será uma responsabilidade grande dirigir o PP, pelo fato de estar substituindo um presidente que fez história. “O Tuca esteve na presidente e fez este grande trabalho por pessoas que sempre acreditaram no partido”, completa o novo presidente.

Segundo ele, foi importante para o processo a participação de todos, incluindo os vereadores, o vice-prefeito e a prefeita. “Aceitei este desafio, porque enquanto estive no Diretório, tudo foi de consenso e não vou fazer nada sozinho, pois quero contar com todos vocês”. Tuca Lodetti agradeceu a todos pelo apoio enquanto esteve na presidência e desejou sucesso para Alcino Fernandes, que sempre esteve ao seu lado. A prefeita Dalvânia Cardoso agradeceu o Tuca Lodetti. “Eu sempre fui a executora, a mente a estratégia e a articulação sempre foi do Tuca”, relata Dalvânia.

Ela também acredita muito no trabalho de Alcino Fernandes. E fala que nos últimos anos, todos os presidentes fizeram um grande trabalho, sempre com alternância. Ela cita os ex-presidentes Tarcísio Lima, Duca Espíndola, Dalvânia Cardoso, Jairo Bittencourt e agora por último Tuca Lodeti. “O Chimba é de uma família tradicional da cidade e sempre envolvido nos movimentos sociais da cidade”, ressalta.

O vice-prefeito Jandir Soratto, que teve o nome cogitado para o cargo, destacou que chegou muito recente no partido, mas que foi bem recebido. Jandir elogiou o mandato de Tuca, cintando que ele ajudou no processo para a eleição da prefeita Dalvânia Cardoso e do presidente da Câmara Itamar da Silva. “Vamos desejar sucesso para você Chimba, e que você agora ajude a eleger o governador”, disse Sorato.

Especial Jornal Gazeta