Home Geral Justiça determina distância mínima para manifestantes

Justiça determina distância mínima para manifestantes

14
COMPARTILHAR

A Justiça do Trabalho de Criciúma determinou que os grevistas do setor metalúrgico mantenham uma distância de pelo menos 500 metros do portão da Usipe, em Içara. Os trabalhadores estavam sendo barrados pelos manifestantes e impedidos de chegar ao trabalho. Uma equipe de segurança privada chegou a ser contratada pelos sindicalistas e outra pela empresa.

“Vamos respeitar a justiça, mas é estranho a presença de grande efetivo da polícia no local enquanto o município fica a mercê dos bandidos e da violência”, critica o presidente do Sinmetal, Francisco Pedro dos Santos. “Com toda pressão dos empresários, o funcionário acaba voltando aos trabalhos com medo de ser demitido”, completa.

Uma reunião de avaliação deve ocorrer no final do dia para encaminhar novas medidas. A paralisação já afetou 1,2 mil funcionários de cinco empresas da região.

A categoria reivindica o repasse de 6,22% da inflação e 6% de aumento real. A proposta de 7,5% de aumento geral e no abono feita pelo sindicato patronal foi rejeitada em assembléia na última semana.

 

Colaboração: Maristela Benedet