domingo, 26 maio, 2024
Ultimas noticias

Exposição coletiva “Trânsito Entre Campos de Cores” segue aberta para visitação no Centro Cultural Jorge Zanatta

Iniciativa da Prefeitura de Criciúma reúne trabalhos de 18 artistas e pode ser visitada até o dia 31 deste mês, de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h

Iniciada em dezembro de 2023, a exposição coletiva “Trânsito Entre Campos de Cores” segue aberta para visitação gratuita na Galeria de Arte Contemporânea Willy Zumblick, no Centro Cultural Jorge Zanatta, sede da Fundação Cultural de Criciúma (FCC). A iniciativa, que está sob a direção cultural de Ismail Ahmad Ismail e curadoria de Marcos Dagostin, é promovida pela Administração Municipal e reúne trabalhos de 18 artistas. As obras estarão expostas até o dia 31 deste mês, de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 17h.

De acordo com o presidente da FCC, Marcos Mendonça, as exposições possuem um papel fundamental para promover a integração cultural, subdividindo-se em três aspectos: o espaço para o artista expor seus trabalhos, o despertar do interesse dos visitantes e a movimentação cultural da cidade. “A ideia da FCC é ter, pelo menos, uma exposição por mês. É manter, sempre, a Galeria de Arte ocupada, com o maior número de exposições possíveis”, evidencia.

Com uma variação entre instalações, pinturas, desenhos, fotografias e cerâmicas, os trabalhos desenvolvidos pelos 18 artistas trazem uma originalidade única que, segundo Dagostin, permite revelar a essência de cada artista. “A exposição revela, também, aspectos intrínsecos dos artistas. O público vai poder vivenciar obras de diversos artistas catarinenses e transitar por obras em diferentes linguagens visuais”, comenta o curador.

Os artistas puderam desdobrar os seus trabalhos e suas inquietações criativas de forma livre, propiciando a originalidade em suas abordagens. Desta forma, os visitantes podem contemplar o jeito e o modo de ver a vida de cada uma das gerações presentes. “Esta exposição coletiva reúne artistas de diversas cidades catarinenses e, muitos, pela primeira vez, estão expondo os seus trabalhos na Galeria de Arte da FCC. Esse compromisso de abrir espaços para os artistas é uma das prioridades da FCC e essencial para fortalecer a cultura em Criciúma”, afirma o curador.

Traços e cores de cada geração

Heitor Machado, um dos artistas que integram a exposição coletiva, considera que não existe nada mais significativo do que a chance de ter o seu trabalho exposto. “É um pouco difícil dar somente um significado para a arte. Eu acredito que ela seja amplitude, contínua e, de certa forma, vazia. Ela é tão grande que chega a não ter nada, confundindo e mesclando ideias que talvez nunca sejam compreendidas”, conta.

De acordo com a artista Simone Milak, alguns de seus trabalhos servem para evidenciar elementos que passam despercebidos no dia a dia da população. “A minha arte está ligada à vida. É uma forma de expressar os desejos, as frustrações, os sentimentos, as ideias. Eu vivo a minha arte”, ressalta.

Conheça os artistas da exposição coletiva “Trânsito Entre Campos de Cores”:

Adriane Kirst; Alenir Dalpiaz, Almira Reuter, Angelica Neumaier, Berenice Goroni, Breno Stern, Diorgenes Pandini, Edi Balod, Gabriela Buffon, Heitor Machado, Jussara Guimarães, Lara Pacheco, Luiz Gustavo Corrêa, Neusa Milanez, Rosana Bortolini, Simone Milak, Willy Zumblick e Zé Ronconi.

 

colaboração: Decom prefeitura de Criciúma 

Fotos: Divulgação/FCC

Gostou da notícia então compartilhe:

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Mais lidas da semana

Noticias em destaque

Noticias

Outros links uteis